Amidi repudia FPF por censura contra sites do Sertão paraibano

Compartilhe!

Amidi repudia FPF por censura contra sites do Sertão paraibano

Sandro Targino, presidente da Amidi (foto: reprodução MaisPB)
A Associação da Mídia Digital da Paraíba (Amidi) emitiu nota de repúdio nesta terça-feira (09) contra a Federação Paraibana de Futebol(FPF) que proibiu a transmissão de jogos do Campeonato Paraibano pelos sites Diário do Sertão e TV Sousa pela Federação.

A entidade classificou como “arbitrária, grosseira e injustificada” a maneira como os representantes da FPF determinaram a proibição no último domingo (7) nas cidades de Sousa e Cajazeiras.

“De forma truculenta e injustificada, com uso indevido e autoritário da Polícia Militar, o representante da FPF impediu os sites Diário do Sertão e TV Sousa de transmissão de jogos do Campeonato Paraibano, apesar de ambos os veículos terem autorização documentada dos clubes donos do mando de campo”, informa a nota.

Além disso, a Amidi acrescentou que diante deste gesto, providências serão tomadas para garantir o exercício das atividades dos veículos de internet e divulgação do esporte paraibano.

Confira a nota completa:

Associação da Mídia Digital da Paraíba vem a público lamentar a atitude arbitrária, grosseira e injustificada da Federação Paraibana de Futebol, no último domingo nas cidades de Sousa e Cajazeiras.

De  forma truculenta e injustificada, com uso indevido e autoritário da Polícia Militar, representante da FPF impediu os sites Diário do Sertão e TV Sousa de transmissão de jogos do Campeonato Paraibano, apesar de ambos os veículos terem autorização documentada dos clubes donos do mando de campo.

Um ato, antes de tudo, pouco inteligente por parte de uma Federação que sabe, mais do que todos, da fragilidade do nosso campeonato estadual e da necessidade de fortalecimento de sua imagem. Isso se faz com unidade, humildade e parcerias, nunca com uma postura de isolamento e nem de sapato alto, privilegiando uns e discriminando outros.

O único interesse até aqui dos sites e portais que veiculam jogos do campeonato é de estimular o futebol paraibano, fazendo ele chegar a lugares que, inclusive, a mídia tradicional não pode mostrar. Na maioria dos casos, paga-se do próprio bolso as transmissões.

A comunicação digital não tem limites, fronteiras e nem muito menos exige e nem cobra assinatura para exibir imagens, áudios e informações. É acessível, é plural, é democrática. Infelizmente, a FPF segue na contramão dos ventos que sopram sem caminho de volta.

A Amidi repudia esse gesto insensato do presidente da Federação, Amadeu Rodrigues, anuncia providências para garantir o exercício pleno das atividades dos veículos de internet e reitera disposição inarredável de divulgar, popularizar e potencializar o esporte e o futebol da Paraíba, mesmo que para marcar esse gol seja preciso lutar contra adversários retrógrados e arcaicos.

Estamos prontos para o diálogo, mas repeliremos à altura desrespeitos e afrontas ao nosso segmento. Desse campo, não recuaremos.

Luiz Fábio Targino

Presidente

PatosTV com  MaisPB

Data: 
terça-feira, Janeiro 9, 2018 - 22:45
Compartilhe!

Comentários