Caso Fifa: Interpol emite alerta para prisão de um brasileiro e cinco estrangeiros

Compartilhe!

Dois ex-dirigentes da Fifa procurados são o
ex-vice-presidente Jack Warner, de Trinidad e Tobago, e o ex-membro do
Comitê Executivo da entidade Nicolás Leoz, do Paraguai Por Agência BrasilA pedido da Justiça dos Estados Unidos, a Interpol emitiu um alerta
internacional para a prisão de dois ex-dirigentes da Federação
Internacional de Futebol (Fifa) e quatro executivos acusados de
extorsão, conspiração e corrupção. Entre os procurados está o brasileiro
José Margulies, dirigente da empresa Valente Corp. e Somerton.Leia mais notícias de Esportes no Portal CorreioOs
dois ex-dirigentes da Fifa procurados são o ex-vice-presidente Jack
Warner, de Trinidad e Tobago, e o ex-membro do Comitê Executivo da
entidade Nicolás Leoz, do Paraguai. O argentino Alejandro Buzarco,
dirigente da empresa de marketing esportivo Torneos y Competencias,
também está na lista, que inclui ainda seus compatriotas Hugo Jinkis e
Mariano Jinkis, dirigentes da empresa Full Play Group S.A, do mesmo
ramo.O alerta serve para avisar aos países-membros da Interpol
que as pessoas listadas são procuradas pela justiça de algum país e
devem ser extraditadas. No comunicado, a Interpol informa que seu papel é
o de ajudar na identificação e localização dos procurados e que não
pode obrigar os países a efetuar as prisões.Chamado de Red Notice (alerta vermelho), o alerta não tem força de mandado de prisão internacional.

Data: 
quarta-feira, Junho 3, 2015 - 18:15
Compartilhe!

Comentários