Delegados participam de oficina preparatória para 15ª Conferência Nacional de Saúde

Compartilhe!

Delegados participam de oficina preparatória para 15ª Conferência Nacional de Saúde

 


 

Érika Simone

 

A 6ª Gerência Regional de Saúde recebeu nesta sexta-feira, 27, delegados (gestores, profissionais de saúde, conselheiros, usuários) da 3ª e 4ª macrorregiões, respectivamente Patos, Princesa Isabel, Piancó, Sousa, Catolé do Rocha e Cajazeiras, que representarão a Paraíba de 1 a 5 de dezembro na 15ª Conferência Nacional de Saúde, que acontecerá em Brasília-DF.

 

Cerca de 30 delegados, eleitos democraticamente através Conferência Estadual de Saúde, participaram de uma oficina conduzida por Érika Simone, relatora da Conferência Estadual e Nacional de Saúde. O propósito desse encontro foi trabalhar os oito eixos temáticos da Conferência Nacional e orientar toda a equipe que irá à Brasília, na próxima terça-feira, dia 1º.

 

O acesso à saúde, financiamento do SUS, fortalecimento da saúde como direito, qualidade no atendimento, formação e gestão de trabalho fazem parte de uma série de pontos que serão defendidos em Brasília pela delegação de nosso Estado, e que servirão de base para a política de saúde que acontecerá nos próximos quatro anos no âmbito das três esferas, federal, estadual e municipal.

 

Sobre o atual cenário do SUS Érika comenta que o Sistema vive uma situação bastante crítica, citando a redução dos recursos para o SUS, sendo fundamental que a sociedade faça valer seus direitos, reivindicando melhorias no atendimento, mais humanização. “É muito importante que nós agora possamos lutar para garantir a correta aplicação no SUS, um direito de todos no acesso à saúde”, comentou Érika.

 

Vários assuntos nortearam a oficina, como a programação da viagem à Brasília, além de uma pauta pontual a ser defendida pelos delegados. A comitiva da Paraíba levará 76 integrantes afinados com as reivindicações, propostas a serem defendidas e que objetivam avanços para a melhoria do SUS, maior plano de saúde pública do mundo, que vem sofrendo pela falta de investimentos, causando transtornos para a sociedade, especialmente aos mais carentes.

 

Paulo Rodrigues, assessor técnico de gabinete da Secretaria de Estado da Saúde, diz que a oficina foi importante para o planejamento da participação dos delegados, metade é do Sertão, na 15ª Conferência, inclusive para discutir com representações de todas as regiões do País, para que haja consonâncias em prol de um SUS cada vez mais inclusivo e que tenha resolutividade. “Há muitos assuntos importantes que precisamos discutir na conferência, como financiamento da saúde, precarização dos vínculos dos trabalhadores em saúde, que fazem parte de um conjunto de propostas bastante significativo para o debate”, explicou Paulo.

 

Marcos Eugênio (Ascom 6ª GRS)

 

Data: 
sexta-feira, Novembro 27, 2015 - 22:00
Compartilhe!

Comentários