Filme gravado no Sertão mistura história verídica de assassinato, Lampião e zumbis 20/08/2017 às 21:17

Compartilhe!

Filme gravado no Sertão mistura história verídica de assassinato, Lampião e zumbis

20/08/2017 às 21:17

Fonte: Da Redação

A cidade de Patos no Sertão paraibano, é palco de uma produção cinematográfica de média metragem que conta uma história verídica misturada à elementos de ficção científica.

Trata-se do Sertão Sangrento, uma adaptação da história da menina Francisca, morta em 1920 pelos pais adotivos e que se tornou uma espécie de santa, ao ser construída para ela parque de devoção, oração e peregrinação de fieis católicos: A Cruz da Menina.

 Reprodução/ TV Paraíba

Foto: Reprodução/ TV Paraíba

O filme do diretor Maycom Carvalho e roteiro de Kleyner Arley, ainda mostra um encontro entre o Padre Cícero e o rei do cangaço, Lampião.

Na história, Virgulino Ferreira da Silva e seu bando entram em confronto com zumbis, que serão chamados por eles de ‘carniças’.

– A ideia surgiu em uma viagem que fiz ao interior do Ceará. Na época eu estava pesquisando a respeito da Cruz da Menina. Abrangi a pesquisa e descobri que na mesma época tinha acontecido um encontro entre Lampião e o padre Cícero no Juazeiro do Norte. Então juntei as duas histórias e criei alguns personagens. A princípio iria ser apenas uma história em quadrinhos – contou o roteirista Kleyner.

No média metragem, a morte da menina Francisca acaba desencadeando uma série de acontecimentos. Uma cidade inteira no Sertão da Paraíba acaba sofrendo as consequências da morte prematura e injusta de uma criança.

Para o diretor, Maycom Carvalho, o filme vai trazer elementos da cultura pop, como os zumbis.

– Faz a mistura da cultura pop com o que temos dentro da nossa história, que é o cangaço. Essa fase do nordeste coronelista se perpetua até hoje, pois todos conhecem Lampião e o cangaço. Faz parte do imaginário popular – relatou o diretor.

O diretor de fotografia, Emerson Mavi, ressaltou que a ficção que o filme está querendo retratar não será no estilo hollywoodiano.

– Não será uma ficção norte americana. Queremos falar de nossas peculiaridades. Acho que a expressão disso, além do clima, do ambiente, é também mostrar como é que seria esses zumbis sertanejos – disse.

Além do filme, histórias em quadrinho e em cordel, e um game para computador estão sendo desenvolvidos. O investimento para a produção foi de R$ 100 mil.

*Com informações da TV Paraíba

Data: 
domingo, Agosto 20, 2017 - 23:45
Compartilhe!

Comentários