Flamengo goleia Chapecoense e vai às quartas da Sul-Americana

Compartilhe!

 

Flamengo pode ter clássico contra o Flu nas quartas (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Com boa atuação, principalmente no primeiro tempo, o Flamengo venceu por 4 a 0 a Chapecoense, nesta quarta-feira, e se classificou para as quartas de final da Copa Sul-Americana. Os rubro-negros esperam seu adversário que sai do confronto entre Fluminense e LDU, do Equador, que jogam nesta quinta, em Quito. Os tricolores venceram o duelo de ida pelo placar mínimo.

O Flamengo dominou a partida desde o início e abriu o placar com Cuéllar, em lance polêmico, mas que a arbitragem acertou ao validar o gol. Ainda na etapa inicial, os rubro-negros ampliaram com William Arão. No segundo tempo, os cariocas fizeram o terceiro com Juan e o quarto com Lucas Paquetá, para sacramentarem a classificação.

O jogo – O Flamengo começou a partida tendo mais posse de bola, mas com dificuldade em passar pela marcação da Chapecoense. No entanto, aos seis minutos, os rubro-negros abriram o placar na primeira chance criada. Guerrero foi lançado na área e dividiu com Jandrei. A bola sobrou para Cuéllar, que só teve o trabalho de tocar para a rede.

Os jogadores da Chapecoense reclamaram que o atacante rubro-negro estaria em impedimento no momento do lançamento. Só que, no meio do caminho, o replay mostrou um desvio de Douglas Grolli. Com isso, Guerrero passou a ter condição de jogo. Quem bancou a marcação e validou o gol carioca foi o árbitro Michael Espinoza.

O revés foi sentido pela Chapecoense, que viu o Flamengo crescer na partida. Tanto que, aos 14 minutos, Berrío foi lançado na entrada da área. O goleiro Jandrei saiu do gol e, mesmo fora da área, deu um tapa na bola para impedir o drible. A arbitragem não viu o toque e mandou o jogo seguir, para desespero do atacante colombiano.

A Chapecoense só conseguiu chegar pela primeira vez aos 18 minutos. Penilla recebeu passe na área, passou por Pará e chutou para boa defesa de Diego Alves. A resposta do Flamengo veio em grande estilo, aos 21. Guerrero driblou Douglas Grolli e cruzou para William Arão na pequena área. O volante tocou sem dificuldade para a rede.

Fique por dentro do mundo do esporte!

Receba alertas no seu computador das principais notícias do site

ATIVAR ALERTAS

Com a vantagem no placar, os rubro-negros começaram a administrar o resultado. A Chapecoense tentava avançar, sem qualquer sucesso, e via os flamenguistas dominarem a posse de bola. Os donos da casa quase chegaram ao terceiro aos 35 minutos. Após falta cobrada na área, Guerrero matou a bola no peito, mas chutou por cima do travessão.

Nos minutos finais, o panorama da partida seguiu o mesmo, mas a Chapecoense conseguiu criar mais uma boa chance, aos 43 minutos. Penilla recebeu passe na área e chutou para grande defesa de Diego Alves, que manteve a boa vantagem rubro-negra no intervalo.

No segundo tempo, a Chapecoense voltou melhor e quase marcou logo com um minuto. Penilla novamente recebeu passe na área e chutou para boa defesa de Diego Alves. O susto fez o Flamengo melhorar a marcação. Com isso, os donos da casa passaram a controlar a partida novamente.

Com o jogo dominado, os cariocas voltaram a ser dominantes em campo e chegaram ao terceiro gol aos 17 minutos. Após falta cobrada na área, Guerrero cabeceou e Jandrei deu rebote no pé de Juan. O zagueiro chutou, a bola bateu no goleiro e na trave antes de ir para a rede.

O gol deu tranquilidade de vez para os rubro-negros, que diminuíram o ritmo. A Chapecoense se abateu com o revés e passou a esperar o fim da partida. O Flamengo ainda criou algumas chances e chegou ao quatro com gol, com Lucas Paquetá, aos 43 minutos, para dar números finais na Ilha do Urubu.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 0 CHAPECOENSE

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de setembro de 2018 (quarta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Michael Espinoza (Peru)
Assistentes: Stephen Atoche (Peru) e Michael Orue (Peru)
Público: 10.600 pagantes
Renda: R$ 460.758,00
Cartões amarelos: Éverton Ribeiro e Diego (Flamengo); Apodi e Wellington Paulista (Chapecoense)
GOLS
FLAMENGO: Cuéllar, aos 6min do primeiro tempo; William Arão, aos 21min do primeiro tempo; Juan, aos 17min do segundo tempo; Lucas Paquetá, aos 43min do segundo tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Réver, Juan e Miguel Trauco; Gustavo Cuéllar, Willian Arão, Diego (Vinícius Júnior) e Éverton Ribeiro; Orlando Berrío (Gabriel) e Paolo Guerrero (Lucas Paquetá)
Técnico: Reinaldo Rueda

CHAPECOENSE: Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Diego Renan; Moisés Ribeiro (Luiz Antônio), Lucas Mineiro e Lucas Marques; Arthur Caíque (Alan Ruschel), Wellington Paulista e Cristian Penilla (Julio Cesar)
Técnico: Emerson Cris

Data: 
quarta-feira, Setembro 20, 2017 - 22:15
Compartilhe!

Comentários