Governo disponibiliza o Plano Estadual de Educação para consulta; leia o documento

Compartilhe!

Roziane Marinho, secretária executiva de Gestão Pedagógica da SEE (Crédito: WebDocumento representa um compromisso democrático dos entes federados com a qualidade de ações que envolvem o sistema educacional.
O Governo do Estado, por meio
da Secretaria de Estado da Educação (SEE), está disponibilizando à
população, a partir desta segunda-feira (20), o documento-base (versão
preliminar) do Plano Estadual de Educação (2015-2024) para consulta
pública. 

O documento, elaborado pela Comissão de Acompanhamento e Avaliação do Plano Estadual de Educação da Paraíba,
é fruto do trabalho coletivo desenvolvido por 15 comissões temáticas,
compostas por aproximadamente 90 pessoas, entre professores
universitários, representantes dos movimentos sociais, representantes
dos sindicatos, docentes da rede estadual, representantes do Conselho
Estadual de Educação (CEE) e da SEE.
______________________

Clique aqui para ler o documento-base.
______________________
O Plano Estadual de Educação se constitui num Plano de Estado e representa um compromisso
democrático dos entes federados com a garantia e a qualidade de ações
que envolvem o sistema educacional. O documento-base é a proposta
preliminar do Plano Estadual de Educação, um instrumento de referência
para o debate público. A partir dele a sociedade legitimará os consensos
e acordos necessários sobre os desafios educacionais prioritários e as
formas de enfrentá-los ao longo da década de vigência do plano.

A secretária executiva de Gestão Pedagógica da SEE e também integrante
da Comissão de Sistematização do PEE, Roziane Marinho, destacou a forma
democrática através da qual o plano vem sendo conduzido. “É importante o
intercruzamento de pessoas com pensamentos diferentes, mas com
respostas consensuais às necessidades educacionais do Estado. Acredito
que o empoderamento social legitima este documento para que seja um
plano vivo de ações e não apenas de metas que ficarão guardadas
burocraticamente”, afirmou a secretária.

“Cada comissão preparou um texto-base nas suas áreas respectivas e a
Comissão de Sistematização, nessas três últimas semanas, organizou esses
textos em um único documento, que é este documento-base, que foi
aprovado por unanimidade pelo CEE, que é o órgão normativo que detém a
tarefa legal de aprovar, em primeira instância, o Plano Estadual de
Educação”, explicou o coordenador da Comissão de Acompanhamento e
Avaliação, Flávio Romero. Após a aprovação do CEE, o documento-base
segue para audiências públicas. “O documento-base serve para fomentar as
discussões e a SEE agora deverá receber as contribuições das 14
Gerências Regionais de Educação (GRE)”, finalizou o coordenador.

As comissões temáticas que integraram o trabalho de elaboração do Plano Estadual de Educação foram as seguintes:
Comissão de Educação Infantil; Comissão de Ensino Fundamental; Comissão
de Ensino Médio; Comissão de Educação de Jovens e Adultos; Comissão de
Educação Profissional e Tecnológica; Comissão de Educação à Distância e
Tecnologias da Educação; Comissão de Educação Especial; Comissão de
Diversidade (Educação no Campo); Comissão de Diversidade Étnico-racial
(Quilombolas/ Negros e Ciganos); Comissão de Diversidade (Educação
Indígena); Comissão de Diversidade (Educação em Direitos Humanos);
Comissão de Educação Superior; Comissão de Formação e Valorização dos
Profissionais da Educação; Comissão de Gestão Democrática e
Financiamento da Educação.

Portanto, na estruturação do documento-base, levaram-se em consideração
as contribuições das comissões temáticas. Assim, as metas e estratégias
estão associadas às temáticas das comissões e não seguem,
obrigatoriamente, a sequência numérica.

As contribuições da população paraibana (análises, comentários e
sugestões) para o Plano Estadual de Educação poderão ser feitas nas
audiências públicas que serão realizadas nas GREs ou serem enviadas para
o e-mail da Comissão Sistematizadora: [email protected]

 
WSCOM Online

Data: 
segunda-feira, Abril 20, 2015 - 18:45
Compartilhe!

Comentários