Há dois anos sem casos de dengue, Quixaba intensifica prevenção ao Aedes

Compartilhe!

Há dois anos sem casos de dengue, Quixaba intensifica prevenção ao Aedes

 


 

 

 

Começou na última sexta-feira, 11, na zona rural de Quixaba, os trabalhos preventivos realizados pela Prefeitura Municipal de Quixaba, através da Secretária de Saúde, junto à população, no combate ao mosquito Aedes Aegypti, o famoso mosquito da dengue.

 

Trata-se de uma campanha de cunho preventivo e tem como objetivo alertar à população quixabense acerca dos riscos que o mosquito representa, além da dengue, o vírus Zika, que, entre as potenciais consequências, pode levar gestantes a terem filhos com microcefalia (doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade).

 

As visitas às comunidades rurais de Quixaba contaram com a participação do secretário de Saúde do Município, José Segundo, um Agente de Endemias, um Vigilante Ambiental, um Vigilante de Saúde e, a convite da Secretaria de Saúde de Quixaba, o Vigilante Sanitário da cidade de Patos, Petrônio Gouveia.

 

As ações da campanha consistem, além de conscientizar dos riscos, em ensinar os munícipes como limparem suas caixas d’água, recolherem o lixo de seus quintais, e evitarem deixar água parada acumulando em algum recipiente. A cada 15 dias, profissionais da saúde estarão se movimentando pelo Município fiscalizando e realizando ações como essas.

 

José Segundo afirmou que o intuito da campanha é tentar amenizar, desde já, possíveis casos de dengue no município (não há nenhum caso registrado nos dois últimos anos). E que um dos focos da campanha é alertar, principalmente, para a possível relação entre o Zika vírus e os casos de microcefalia que tem acometido recém-nascidos no país nesta época do ano, especialmente na região Nordeste.

 

“Para tentar amenizar qualquer possibilidade de doença contraída pelo mosquito da dengue, principalmente a contração do vírus zika, que pode estar causando microcefalia nas crianças que têm nascido nos últimos meses na região Nordeste do Brasil, Quixaba tenta manter seu índice “zero” de casos de dengue. A ideia é conscientizar a população para que o mosquito não se prolifere e não haja qualquer caso dessa natureza aqui no Município”, enfatizou o Secretário.

                                          

Câncer de próstata

 

A campanha Novembro Azul mais uma vez foi bastante prestigiada pelos homens de Quixaba, que participação de palestras enfocando, de forma mais intensa, o câncer de próstata, que este ano deve registrar no Brasil 68 mil novos casos em um universo de 99 mil homens.

 

No último final de semana 77 homens realizaram o exame de próstata, bancados pelo município, com o urologista Eliseu Jose de Melo. Para o secretário de saúde o trabalho de conscientização, através de palestras, orientações na unidade de saúde, pelos ACS, está mudando costumes no público masculino de Quixaba, hoje mais participativo e deixando de lado certos tabus.

 

 

Eduardo Silva

Fotos: Secretaria de Saúde de Quixaba

Data: 
quarta-feira, Dezembro 16, 2015 - 09:00
Compartilhe!

Comentários