INÉDITO: Equipe de Eduardo Pachu realiza a primeira cirurgia bariátrica sem corte na PB

Compartilhe!

INÉDITO: Equipe de Eduardo Pachu realiza a primeira cirurgia bariátrica sem corte na PB

  • Publicado dia 18/11/2017 às 21h39min | Atualizado dia 18/11/2017 às 22h00min

A Paraíba agora é o 3º Estado da Federal a realizar Cirurgia Bariátrica sem corte no Brasil

 

A Paraíba agora é o 3º Estado da Federação a realizar Cirurgia Bariátrica sem corte no Brasil. O marco foi neste sábado (18) no Memorial São Francisco, Hospital na Capital João Pessoa, que recebeu a Equipe do renomado, Cirurgião Bariátrico do Brasil, considerado pelos Especialistas na área, como o “Papa da Bariátrica”.

O procedimento é renovador. O procedimento ainda pouco conhecido no Brasil, à técnica é dominada por Dr. Eduardo Pachu, que formou parceria com Dr. Edigar Targino que agora reforça a Equipe do ICOEP – Instituto de Cirurgia e Obesidade Eduardo Pachú. Neste sábado (18), dois pacientes já passaram pelo procedimento com sucesso. No domingo (19), mais dois pacientes também submeterão a Bariátrica sem corte, conhecida por gastroplastia por endoscopia.

Dr. Eduardo Pachu ressaltou que vem trabalhando duro em qualificação e capacitação até nos Estados Unidos, e agora, se encontra pronto para realização das gastroplastias por endoscopia. O inicio do novo procedimento, considerado inédito na Paraíba, aconteceu no Hospital Memorial São Francisco na Capital, João Pessoa, referencia no Estado.

O Cirurgião Bariátrico, Dr. Eduardo Pachu ressaltou a competência de sua Equipe nos procedimentos, agregando a experiência também renomado cirurgião, Dr. Edigar Targino que forma parceria com ICOEP nos procedimentos bariátricos sem corte, uma técnica apurada, nova, considera sucesso agora no Estado da Paraíba. 

Dr. Eduardo Pachu atende em Campina Grande, Recife, e agora na Cidade de Sousa, interior da Paraíba na Clínica Renaissece Cirurgia Plástica. Em parceria com o Hospital Santa Terezinha, realizou no dia 21 de novembro três procedimentos bariátricos. Dois pacientes de Sousa, e um Cajazeiras, que passam bem. As cirurgias feitas por meio de laparoscopia foram sucessos. Os pacientes já vivem outra qualidade de vida. Os médicos, e colegas de Dr. Eduardo Pachu que assistiram as Cirurgias no Hospital Santa Terezinha, referencia na Cidade de Sousa, comentaram que nunca tinham visto uma técnica tão apurada.

BARIÁTRICA SEM CORTE

Ao contrário da bariátrica tradicional, não há cortes. Um endoscópio flexível com uma câmera de alta resolução e uma agulha em sua ponta é inserido pela boca até chegar ao estômago. Então, o órgão é “grampeado” e reduzido por suturas. A operação dura uma hora (trinta minutos menos que a convencional) e a anestesia é geral, como acontece na cirurgia tradicional. Os riscos pós-operatórios, como sangramento e perfuração, no entanto, são menores e a recuperação, mais rápida.

 

Fonte: Repórter PB

Data: 
domingo, Novembro 19, 2017 - 10:00
Compartilhe!

Comentários