Líder de fraudes em concursos poderá assumir cargo no TRE-PB, diz polícia

Compartilhe!

Um dos principais líderes da organização criminosa suspeita de fraudar concursos públicos na Paraíba e em outros estados do país pode assumir um cargo público como servidor do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), segundo o delegado Lucas Sá, da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa (DDF).

Conforme Lucas Sá, o preso responde a sete processos na Comarca de João Pessoa e, mesmo assim, poderá ser nomeado no último concurso do TRE-PB. Com isso, a DDF vai enviar ao Tribunal toda a documentação sobre o preso com o objetivo de que ele seja excluído do concurso ou tenha a sua nomeação suspensa. Ainda segundo a DDF, outros dois presos dentro da ‘Operação Gabarito’ também estão aprovados no concurso e poderão ser nomeados. 

A Operação Gabarito, da Polícia Civil da Paraíba, investiga um grupo suspeito de fraudar concursos públicos e vestibulares e lucrar ao menos R$ 18 milhões com a aprovação de mais de 500 pessoas. As fraudes teriam começado em 2005 na Paraíba, em Pernambuco, Alagoas, Sergipe, no Rio Grande do Norte e no Piauí. São 98 pessoas investigadas e alguns nomes estão sob sigilo.

Portal Correio 

Data: 
quarta-feira, Outubro 11, 2017 - 08:15
Compartilhe!

Comentários