Manoel Jr cobra cumprimento de 'pacto das oposições', tira Maranhão e escala Cartaxo como candidato ao Governo

Compartilhe!

Manoel Jr cobra cumprimento de 'pacto das oposições', tira Maranhão e escala Cartaxo como candidato ao Governo
  
O vice-prefeito de João Pessoa Manoel Júnior, presidente do MDB-JP, segue acreditando na união das oposições em prol do pré-candidato ao Governo do Estado mais bem colocado nas atuais pesquisas internas.

De acordo com Manoel, não é o pré-candidato do seu partido, o senador José Maranhão, quem aparece melhor posicionado, desta forma, o vice-prefeito de João Pessoa diz esperar que o acordo firmado entre o PSD e o MDB na Capital seja honrado nas eleições deste ano. “Tenho certeza que a Paraíba espera não só de Maranhão, de Luciano, o pacto que foi firmado nas oposições que o melhor candidato, aquele que estivesse melhor nas pesquisas qualitativas e quantitativas pudesse encabeçar uma chapa vitoriosa nas eleições de 2018”, declarou.

Manoel Júnior ressaltou a experiência política de Maranhão, mas lembrou que o parlamentar ainda possui um mandato no Senado que vai até 2022. “Maranhão é um político experiente. Três mandatos de governador, foi deputado estadual, federal, hoje é senador pela segunda vez e tem um mandato de mais cinco anos pela frente”, afirmou o vice-prefeito.

Segundo Manoel Júnior, com base em pesquisas, a famosa ‘chapa das oposições’ já tem nomes e sobrenomes. “Como hoje eu tenho as pesquisas atuais, pesquisas qualitativas e quantitativas, assim como o pacto que nós assumimos lá atrás, o candidato que estivesse melhor nas pesquisas seria o candidato das oposições. O candidato hoje que está melhor nas pesquisas quantitativas e qualitativas é o prefeito Luciano Cartaxo”, arrematou Manoel. Ele acrescentou ainda que o nome do candidato a vice poderia vir de Campina Grande, em comum acordo com o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, o prefeito Romero Rodrigues e o governador Cássio Cunha Lima. Este último seria um dos componentes na majoritária, tentando a reeleição ao Senado. “Eu guardaria a vaga do segundo senador para o meu partido, o PMDB, que estaria na chapa majoritária e acho que o senador Raimundo Lira é quem o direito de ir pra reeleição”, concluiu.

PB Agora

Data: 
quarta-feira, Janeiro 17, 2018 - 20:45
Compartilhe!

Comentários