Mineral não aceita \\\'enquadramento\\\' do PSDB e continuará na base governista na ALPB

Compartilhe!

Mineral não aceita \\\'enquadramento\\\' do PSDB e continuará na base governista na ALPB

 

O deputado estadual Antônio Mineiral (PSDB) afirmou, nesta terça-feira (18), que seguirá na base de apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB) na Assembleia Legislativa, mesmo quando se tornar titular do mandato, em janeiro de 2017, com a posse de Dinaldinho Wanderley (PSDB) como prefeito de Patos. Mineral é o primeiro suplente e o partido quer que ele se alinhe com bancada de oposição. Além dele, o partido contra com os deputados estaduais Bruno Cunha Lima, Tovar Correia Lima e Camila Toscano.

 

 

Mineral lembrou que tem 22 de anos de filiação no PSDB e garantiu que não aceita ser "enquadrado" pela direção estadual de sua legenda. "De jeito e maneira. Tenho é cinco mandatos de prefeito e quatro de deputado. Nas eleições passadas fui prejudicado pelo partido, por ter votado em Ricardo Coutinho para governador. Até  hoje eu só fui prejudicado e nunca prejudiquei o partido", reclamou. 
O deputado disse que não tomou conhecimento de nenhuma cobrança nesse sentido do presidente estadual do PSDB, deputado Ruy Carneiro, e também não recebeu nenhuma convocação para discutir o seu posicionamento na ALPB. Ele garantiu que tomará a iniciativa de ligar para Ruy e provocar um encontro. "Eu vi que ele (Ruy) iria marcar uma reunião para debater como fica o futuro do PSDB", comentou.  

Ele reafirmou que continuará na base de apoio ao governador Ricardo Coutinho na Assembleia Legislativa. "Sempre fui do partido, mas aqui sempre votei com o governador Ricardo Coutinho. Continuarei onde sempre estive", disse.

Portal Correio

Data: 
terça-feira, Outubro 18, 2016 - 18:00
Compartilhe!

Comentários