Prefeita de Santa Terezinha anuncia os nomes de secretários e faz prestação de contas dos primeiros dias de governo

Compartilhe!

Prefeita de Santa Terezinha anuncia os nomes de secretários e faz prestação de contas dos primeiros dias de governo

A prefeita do Município de Santa Terezinha (PB), Terezinha Lúcia Alves de Oliveira (PSDB), esteve na tarde desta terça-feira, no estúdio da Rádio Comunitária Conexão (104,9 FM) para apresentar os nomes dos secretários municipais, mostrar a população como encontrou a prefeitura da antiga gestão e informar o que está sendo feito nos primeiros dias de governo.

O secretário de Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, é o veterinário José Marlos Lúcio. A gestora informou que as máquinas doadas pelo Governo Federal estavam danificadas, algumas foram consertadas e estão servindo a população. Ela relatou que o carro pipa está atendendo aos moradores da zona rural e mais de 20 pedidos já foram atendidos de forma gratuita. Informou que o trator e a grade aradora estão quebrados, o matadouro encontra-se em péssimas situações de funcionamento e o local está situado em um lugar irregular.

Na Secretaria de Infraestrutura e Serviços Urbanos, a titular é Verlanda Pereira Vieira. A prefeita relatou que desde o primeiro dia de gestão, um mutirão de limpeza foi realizado nas principais ruas, poda de árvores, coleta de lixo e limpeza de terrenos baldios. Também foi dito que está sendo feito a verificação nos postes para colocar lâmpadas nos lugares que estão na escuridão. Será iniciada a limpeza dos poços artesianos na zona urbana. Na Diretoria de Transportes, está responsável, o senhor Leudo Galvão. Neste setor, a gestora disse que dos 25 transportes, apenas oito transportes estavam servindo a população. Foi feito a revisão e o conserto de alguns veículos.

Para a Secretaria de Saúde, foi nomeado o senhor José Herbert Batista Gomes. Na área da saúde, Terezinha informou que foi feito uma compra emergencial de medicamentos para a Farmácia Básica que se encontrava totalmente vazia. Ela agradeceu a parceria entre a Secretaria de Saúde e uma igreja evangélica que proporcionou mais de 100 procedimentos na parte odontológica, ginecológica, exames de ultrassonografia e clínica geral. Anunciou o atendimento médico e o atendimento odontológico nas duas unidades de saúde e atendimento na zona rural. Anunciou que em breve será realizado o atendimento médico nos finais de semana. Foi resgatado o Programa de Combate a Doença de Chagas, a reorganização do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF) e a ativação da Central de Marcação de Consultas.

Na Secretaria de Administração, foi escolhida a senhora Solange Dias. A prefeita disse que iniciou a gestão com as secretarias e departamentos sem materiais de expediente e o salário do mês de dezembro atrasado. Quanto ao atraso dos salários, após uma reunião com os servidores, ele será pago em duas parcelas.

A secretária de Ação Social é a senhora Ângela Leite Pereira. A prefeita informou que foi encontrado móveis quebrados e foi feito a manutenção dos ar-condicionados da secretaria. Está sendo organizada a sede da secretaria, local que funcionará o atendimento do Bolsa Família, Grupo de Idosos e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Para a Secretaria de Educação, foi escolhido o funcionário público, Osvambergh Oliveira. A prefeita anunciou que existem vagas na rede municipal de ensino, será entregue fardamento escolar, kit do aluno, material pedagógico do professor, além de várias ações que serão desenvolvidas durante o ano. Anunciou também a reforma da creche.

Na Secretaria de Finanças, foi nomeada a funcionária pública, Terezinha Nascimento de Oliveira. A gestora relatou que os serviços burocráticos da pasta estão sedo realizados com responsabilidade e muito trabalho.

O porta-voz do Município, o senhor José Afonso Gayoso Filho, disse que encontrou a prefeitura em um caos administrativo.

“Encontramos a cidade em um verdadeiro caos administrativo, não imaginei que chegasse a tal ponto, o ex-prefeito literalmente abandonou a cidade, principalmente depois da grande derrota nas eleições do ano passado. Ele não respeitou os munícipes, os funcionários e os fornecedores. As pessoas acompanharam e sentiram as atitudes da equipe do ex-prefeito. Santa Terezinha chegou ao ponto de ficar uma cidade sem créditos com os fornecedores, mas como fui prefeito por dois mandatos, os fornecedores confiaram em mim e realizaram as vendas e os serviços que a prefeitura está necessitando neste momento crítico. Nunca aconteceu em Santa Terezinha um caos como este. Tem que ficar esclarecido que o ex-prefeito sumiu com o dinheiro do mês de dezembro e ninguém sabe onde estão os recursos da primeira parcela da Repatriação. Cidades como Malta e Condado, por exemplo, pagaram aos funcionários antes do Natal, porque a obrigação do prefeito é pagar com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Vamos procurar o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado para notificá-lo. Ele não pagou aos funcionários e passou o valor de R$ 400.000,00 em cheques sem fundos. Se ele tivesse realizado o pagamento em dias do funcionalismo, quitado todas as dívidas, com esse dinheiro da Repatriação iríamos comprar um trator com a grade aradora porque está se aproximando o inverno e estamos sem o trator da prefeitura que está quebrado e o conserto custa R$ 12.000,00”, disse.

José Afonso Gayoso informou que foi feito o parcelamento da divida do Município com o INSS e decretado o Estado de Calamidade Administrativa e Financeira.

“Entrou no dia 10 de janeiro, a primeira parcela do FPM no valor de R$ 200.000,00 e foi retirado das contas o valor de R$ 157.000,00 para pagar o INSS, porque o ex-prefeito atrasou o repasse do INSS do mês de novembro de 2016. Fizemos o parcelamento da divida com o INSS. Estas informações estão no Portal da Transparência. A grande responsabilidade que tivemos para fazer este decreto é para restabelecer o equilíbrio financeiro e o corte de gastos”, comunicou.

O porta-voz do governo informou que foi solicitado ao deputado Benjamin Maranhão (SD), a construção de um centro de especialidades médicas e a perfuração de poços artesianos. Comunicou que o município foi contemplado com um carro pipa que servirá a população. Relatou ainda que se encontrará com o ministro da Agricultura e pedirá a construção do novo matadouro.

“Solicitamos do deputado Benjamin Maranhão, a construção do centro de especialidades médicas, o primeiro do sertão da Paraíba, a construção deste centro custará R$ 1.500.000,00. Solicitei também a perfuração de poços artesianos. Estarei me encontrando com o deputado e o ministro da Agricultura para solicitar a construção do novo matadouro público. Conseguimos um carro pipa que irá servir a população, auxiliando o outro veículo que está levando água para os que mais precisam e vamos tentar conseguir a construção de um matadouro”, destacou.

PortalSantaTeresinha.com.br

Data: 
quinta-feira, Janeiro 19, 2017 - 21:00
Compartilhe!

Comentários