Rachaduras em parede de açude assustam cidade do Sertão da PB

Compartilhe!

Rachaduras em parede de açude assustam cidade do Sertão da PB

coremas

Moradores da cidade de Coremas, no Sertão paraibano, estão assustados com rachaduras na parede do açude da cidade, que é o terceiro maior do Brasil. Diversas imagens e vídeos, postados nas redes sociais denunciam a possibilidade de uma possível tragédia, caso medidas não sejam tomadas pelo Departamento Nacional de Obras Conta a Seca (DNOCS), que é o órgão responsável pelo manancial.

Segundo os moradores, o problema não é recente, assim como as reclamações. O estudante de Direito, Arthur Vagner, postou, recentemente em sua página pessoal do facebook, um vídeo do telejornal paraibano, em que o coordenador do DNOCS na Paraíba, Avanir Ponce Braga, explicou que uma equipe de engenheiros iria vistoriar vários reservatórios de águas na Paraíba e que a situação do açude de Coremas já estava entre as vistorias programadas.

Segundo ele, o problema seria resolvido em pouco tempo. A entrevista foi exibida no último mês de novembro do ano de 2015. Naquele momento, o reservatório apresentava um dos menores volumes d’água da sua história.

No entanto, com a chegada das chuvas, a tendência é que o volume d’água aumente muito, o que aumenta ainda mais a preocupação dos moradores, que resolveram fazer novo vídeo e cobrar providências, temendo uma catástrofe, em caso de arrombamento do açude, como aconteceu recentemente em Mariana, no estado de Minas Gerais.

A cidade de Coremas fica abaixo do reservatório. Um desabamento poderia causar a maior tragédia do estado da Paraíba. A preocupação desencadeou uma campanha na internet, que está sendo abraçada por todos os moradores da cidade e começa a tomar força por toda a região do Vale do Piancó.

MaisPB com Vale do Piancó Notícias

Data: 
segunda-feira, Fevereiro 1, 2016 - 21:45
Compartilhe!

Comentários