[Vídeo] Chacina em Aquiraz: Integrantes de quadrilha comemoravam soltura do líder quando foram assassinados

Compartilhe!

[Vídeo] Chacina em Aquiraz: Integrantes de quadrilha comemoravam soltura do líder quando foram assassinados

A Polícia ainda não prendeu nenhum dos criminosos envolvidos na chacina que deixou seis mortos no Porto das Dunas, em Aquiraz, na noite do último sábado (3). O grupo hospedado numa casa de praia estava comemorando a soltura de Davi Saraiva Benigno, o líder de uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas sintéticas do Estado.
 
A casa onde aconteceu a chacina fica a cerca de 300 metros da CE-025, uma das estradas que liga Fortaleza a Aquiraz. O imóvel é cercado de dunas e fica totalmente isolado.
 
Na manhã de domingo (4), o caseiro e sua família retornaram ao local e improvisaram andaimes para manter o que restou do portão, que foi arrombado. O homem, que não estava na casa no momento da invasão, não quis gravar entrevista, mas confirmou que a casa é geralmente alugada nos finais de semana. A Polícia apurou que as pessoas que foram mortas alugaram o imóvel pelo menos três vezes
 
Alguns vídeos da festa foram divulgados após o crime, e podem ajudar nas investigações. Várias testemunhas serão ouvidas. "Haverá o aprofundamento a partir do depoimento dessas testemunhas", afirmou o delegado Leonardo Barreto.
 
Em um áudio divulgado nas redes sociais, um dos sobreviventes relata como foi a ação dos assassinos:
 
"Pelo amor de Deus, liga para a Polícia. Foram atrás de tudinho, eu fui rastejando, porque o resto que sobreviveu tava lá em cima. Só escapou eu e o 'Deivy', porque ele saiu voado e eu fui rastejando pra detrás do gramado. (...) Quem levou os tiros lá foi o Bola, o Davi Saraiva, o Nilo... acho que o Luan também levou, eu saí muito rápido, eu não vi quem tava deitado no chão", diz um trecho do áudio.
 
Um outro áudio, de um homem que supostamente participou da chacina, confirma que a 'missão foi cumprida'. "Foi sal, viu? Oito, foi oito na casa de praia que eles tavam curtindo. Concluímos a missão, viu?".
 
Wesley Barros Morais foi preso no local e é considerado uma testemunha importante para o caso. Ele estava na residência e viu toda a ação. "A intenção seria de participar da festa e foi descoberto que ele estava com um mandado de prisão em aberto, por 157", afirmou Barreto.
 
A busca pela identidade dos assassinos segue sendo realizada pelos policiais.
 
O crime
 
Os criminosos chegaram no local por volta das 21h em um Palio Weekend e numa Hilux, que foi utilizada para derrubar o portão. 
 
Segundo as primeiras informações repassadas peloa Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o alvo da quadrilha era Davi Saraiva Benigno, de 23 anos, o "Davi Playboy", que havia sido liberado na última sexta-feira (2) de um presídio cearense. Ele estava reunido comemorando sua soltura junto com amigos da facção criminosa 'Guardiões do Estado'.
 
No crime foram utilizadas pistolas 380 e .40, segundo a perícia. As vítimas fatais foram identificadas como Fernando  dos Anjos Rodrigues Junior, Nilo Barbosa de Souza Neto, Matheus de Matos Costa Monteiro, Klinsman Menezes Cavalcante e Edmilson Magalhães Neto, o "Bola", além do 'Davi Playboy'.
 
Além dos mortos, a Polícia confirmou que feridos foram socorridos. As câmeras de segurança da casa não estavam funcionando.

Vídeo: deolhoemaquiraz

Fonte: tvdiario

Data: 
segunda-feira, Junho 5, 2017 - 15:15
Compartilhe!

Comentários