Sábado, 13 de Julho de 2024
20°

Tempo nublado

Patos, PB

Paraíba FISCALIZAÇÃO

Inteligência artificial será utilizada pelo MPE contra irregularidades nas eleições

Através da inteligência artificial, o TCE-PB vai analisar as ações dos gestores que tiverem interferência na eleição. “Isso o Tribunal já desenvolve e vai permitir o acesso dos promotores e da Justiça Eleitoral”, afirmou Nominando.

11/04/2024 às 18h32
Por: Gilson Monteiro Fonte: Maispb.com.br
Compartilhe:
fotos por Assessoria
fotos por Assessoria

A inteligência artificial será uma aliada dos órgãos de controle e da Justiça Eleitoral nas fiscalizações de possíveis irregularidades nas eleições municipais deste ano. A utilização do recurso foi debatida em reunião realizada nesta quinta-feira (11) entre o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) e Ministério Público Eleitoral.

Através da inteligência artificial, o TCE-PB vai analisar as ações dos gestores que tiverem interferência na eleição. “Isso o Tribunal já desenvolve e vai permitir o acesso dos promotores e da Justiça Eleitoral”, afirmou Nominando.

Segundo o presidente do TCE-PB, o objetivo da reunião foi saber o que o Tribunal Regional Eleitoral necessita para que o Tribunal de Contas forneça todas as informações para se combater o desequilíbrio nas próximas eleições. “Vamos realizar um trabalho sobre contratação de pessoal, contratação no âmbito do excepcional interesse público de empresas terceirizadas e de MEI, como também levantar os alertas que não foram cumpridos pelos gestores públicos”, declarou.

“Em caso de descumprimento do que está previsto na legislação do Tribunal de Contas, qualquer irregularidade será encaminhada ao ministro do órgão”, acrescentou.

Além disso, a Procuradoria Regional Eleitoral está organizando um evento de capacitação para os integrantes do Ministério Público Eleitoral em todo o estado. De acordo com o procurador regional eleitoral, Renan Paes Felix, os próximos passos incluem agendar uma reunião com o procurador-geral de Justiça, Antônio Hortêncio Rocha Neto, para articular essa capacitação.

Após a reunião, o conselheiro revelou que o Tribunal de Contas vai entrar com o procurador do Ministério Público Estadual (MPE-PB), Antônio Hortêncio. O TCE-PB quer que todos os promotores que respondem pela Justiça Eleitoral nas comarcas façam um treinamento para acompanhar o desenvolvimento das eleições.

MaisPB

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias